A proposta do Blog é trazer a sinopse de filmes, séries, novelas, minisséries, programas, especiais e curtas do cinema, da televisão ou do vídeo.

VILLA-LOBOS: UMA VIDA DE PAIXÃO (2000, Villa-Lobos: Uma vida de paixão, Brasil, Biografia/Drama) [longa-metragem de cinema]


A história de um homem, aventureiro, intuitivo, que amava sua terra, gostava de ser brasileiro, que lutou muito para manter-se fiel a si próprio e cuja música é também um cristalino retrato transbordante de genialidade, de intuição, de liberdade, de aventura e de paixão pelo Brasil. A história começa com Villa, já velho, saindo para um concerto de gala no Teatro Municipal, onde será homenageado. É a última vez que o Maestro sai de casa com vida. Seu olhar é febril e atento. A partir desta cena e de outras do mesmo concerto, irão surgindo as lembranças de sua vida: Imagens soltas, recordações que brotam e se entrelaçam ao sabor da emoção, saltando no tempo e no espaço, utilizando a música sempre como elemento dramático fundamental, onde o regente é o próprio destino, colocando provas e obstáculos para o herói. Villa tem que passar pela violência do pai, o peso da tristeza materna, o desencontro afetivo com Lucília - sua primeira mulher - a impossibilidade de ter filhos, a rejeição de sua arte num meio cultural colonizado, o fracasso e a falta de dinheiro, a doença e a mutilação, o medo de perder Mindinha - seu grande amor - o abismo entre a genialidade e a loucura. As peças deste jogo de armar, montado acronologicamente como o fluxo das lembranças, vão formando nosso personagem: Enérgico e frágil. Simples e megalômano. Amoroso e egocêntrico. Genial e ingênuo. Aventureiro e dependente. Sensível e bruto. Contemplativo e exacerbado. Entediante e engraçado. Feliz e infeliz. O filme termina como começa, deixando no espectador a sensação de ter participado de uma emocionante viagem de sons e imagens através da mente de um genial criador. Baseado em fatos reais.

Direção de Zelito Viana e Roteiro de Joaquim Assis, com Antônio Fagundes, Marcos Palmeira, Letícia Spiller, Ana Beatriz Nogueira, José Wilker, Marieta Severo, Othon Bastos, Emílio de Melo, Antonio Pitanga, André Ricardo, Antonio Abujamra, Milton Gonçalves, Lucinha Lins, Laura Lustosa, Paulo Moura, Ilya São Paulo, Guil Silveira e Marcelo Tas. Produzido pelo estúdio Mapas Filmes. IMDB

Ganhador do Grande Prêmio Cinema Brasil de Melhor Trilha Sonora, além de ter sido indicado a Melhor Ator (Antônio Fagundes) e Melhor Edição.      

Um comentário:

Postar um comentário