Sinopses de Filmes, Novelas e Séries

A proposta do Blog é trazer a sinopse de filmes, séries, novelas, minisséries, programas, especiais e curtas do cinema, da televisão ou do vídeo.

Por amor também se mata (1958)

Um atrativo e romântico cavalheiro da Grã-Bretanha aristocrática tem nas mulheres e no jogo seus maiores vícios. Filho de um antigo aristocráta, Deverill consegue em pouco tempo acabar com toda sua fortuna e resolve casar-se para melhorar sua situação financeira, mas durante uma noite de muita bebida e festa, ele conhece Belle, uma cigana tempestuosa e selvagem que lhe desperta uma desenfreada paixão. Seduzido pela beleza e sensualidade de Belle, Deverill casa-se por amor e sofre um terrível choque quando descobre que a cigana só estava interessada na fortuna que ela imaginava que ele possuísse. Belle desapontada com o logro e ajudada por seu amante Jess resolve se apossar da fortuna da irmã de seu marido. Louco de ciúmes de Jess e possuído por Belle, Deverill decide por um ponto final em toda sua tragédia. [fonte: contracapa do VHS lançado pela F.J. Lucas Cinematográfica no Brasil]

The gipsy and the gentleman. Reino Unido. Drama, Romance, História. Longa-metragem de cinema. 107 minutos (1:47). Colorido. Baseado no livro Darkness I love you, da escritora Nina Warner Hooks.

Direção de Joseph Losey. Roteiro de Janet Green. Com Melina Mercouri (Belle), Keith Michell (Sir Paul Derevill), Flora Robson (Sra. Haggard), Patrick McGoohan (Jess), June Laverick (Sarah Deverill), Lyndon Brook (John Patterson), Helen Haye (Lady Caroline Ayrton), Mervyn Johns (Brook), Laurence Naismith (Dr. Forrester), Clare Austin (Vanessa Ruddock), Catherine Feller (Hattie) e Newton Block (Ruddock). Produzido pelos estúdios The Rank Organisation e Maurice Cowan Productions.

Por amor também se mata (1951)

Depois de um fracassado assalto, Nick Robey se esconde no apartamento de uma família, mantendo-os como refém. Mas Peg Dobbs, uma das moradoras do apartamento, acaba-se apaixonando pelo criminoso.

He ran all the way. Estados Unidos. Drama, Policial, Noir. Longa-metragem de cinema. 77 minutos (1:17). Preto & Branco. Baseado no livro He ran all the way (1947), do escritor Sam Ross.

Direção de John Berry. Roteiro de Dalton Trumbo, Hugo Butler e Guy Endore. Com John Garfield (Nick Robey), Shelley Winters (Peg Dobbs), Wallace Ford (Fred Dobbs), Selena Royle (Sra. Dobbs), Robert Hyatt (Tommy Dobbs), Gladys George (Sra. Robey), Norman Lloyd (Al Molin), Clancy Cooper (Stan) e Vici Raaf (Marge). Produzido pelo estúdio Robert Pictures.

A decadência de uma espécie / O declínio de uma espécie (1990)

Em um futuro próximo, a destemida e bonita Kate possui uma mercadoria preciosa que a maioria das mulheres perderam e a maioria dos homens querem controlar... fertilidade. Forçada a ficar em um campo de treinamento onde através de um tipo de lavagem cerebral procuram transformar mulheres férteis em mães substitutas para os homens da elite social e suas mulheres inférteis, Kate acha que já está bem treinada quando é designada para o líder do partido eminente. Mas quando ela descobre que ele é estéril, enfrenta uma impossível escolha: produzir um herdeiro para ele ou morrer! [fonte: contracapa do DVD lançado pela MGM DVD nos Estados Unidos]

The handmaid's tale / Die Geschichte der Dienerin. Estados Unidos e Alemanha Ocidental. Drama, Romance, Ficção Científica. Longa-metragem de cinema. 109 minutos (1:49). Colorido. Baseado no livro The handmaid's tale (1985), da escritora canadense Margaret Atwood (no Brasil, A história da aia / O conto da aia).

Direção de Volker Schlöndorff. Roteiro de Harold Pinter. Com Natasha Richardson (Kate / Offred), Faye Dunaway (Serena Joy), Robert Duvall (Comandante), Aidan Quinn (Nick), Elizabeth McGovern (Moira), Victoria Tennant (Tia Lydia), Blanche Baker (Ofglen), Traci Lind (Janine / Ofwarren), Zoey Wilson (Tia Helena), Kathryn Doby (Tia Elizabeth), Reiner Schöne (Luke), Lucia Hartpeng (Cora), Karma Ibsen Riley (Tia Sara) e Lucile McIntyre (Rita). Produzido pelos estúdios Bioskop Film, Cinecom Entertainment Group, Cinétudes Films, Daniel Wilson Productions, Master Partners e Odyssey.

O livro também foi adaptado como série de televisão: The handmaid's tale (2017-). O filme foi indicado ao Urso de Ouro do Festival de Berlim, em 1990. 

Vingança em chamas (2002)

Stephen King criou um clássico do terror com a história de um casal que se envolve num perigoso projeto do governo em que o uso de uma droga secreta criava uma criança superdotada. A criança cresceu e agora é uma mulher. Charlene "Charlie" McGee passou os últimos dez anos fugindo dos inescrupulosos agentes do governo que a criaram. Agora ela está decidida a recuperar sua vida. Um confronto final é inevitável e Charlie tem apenas uma chance de sobreviver, fazendo um acordo com um agente e um professor amalucado. [fonte: contracapa do VHS lançado pela Universal Home Video no Brasil]

Firestarter 2: Rekindled. Estados Unidos. Ficção Científica, Suspense. Minissérie de televisão (4 capítulos). 180 minutos (3:00) na minissérie e 168 minutos (2:48) nos lançamentos em home video. Colorido. Baseado em personagens criados pelo escritor americano Stephen King no livro Firestarter (1980, no Brasil: A incendiária).

Direção de Robert Iscove. Roteiro de Philip Eisner. Com Marguerite Moreau (Charlie McGee), Malcolm McDowell (John Rainbird), Dennis Hopper (James Richardson), Danny Nucci (Vincent Sforza) e Skye McCole Bartusiak (Charlie McGee jovem). Produzido pelos estúdios USA Films, Traveler's Rest Films e USA Cable Network. Exibido originalmente pelo canal de televisão The Sci-Fi Channel. 

Sequência do filme Chamas da vingança (1984, Firestarter).

Chamas da vingança (1984)

Na aparência, Charlie McGee é apenas uma alegre e simples menina de oito anos, até que alguém a perturba e irrita ou alguém ameace sua família. Então Charlie muda: seus poderes mortais aparecem e, apenas com um simples olhar, ela produz incêndios - incêncios terríveis. E quando ela atinge a adolescência seus poderes se desenvolvem e ela se torna uma força destrutiva impressionante, capaz de destruir o próprio planeta. É um poder que ela não deseja, herdado de seus pais, um poder difícil de controlar e um poder almejado por políticos inescrupulosos que querem encontrá-la a todo custo, dominá-la e destruí-la. [fonte: contracapa do VHS lançado pela VTI no Brasil]

Firestarter. Estados Unidos. Ação, Terror, Ficção Científica. Longa-metragem de cinema. 114 minutos (1:54). Colorido. Baseado no livro Firestarter (1980), do escritor americano Stephen King (no Brasil: A incendiária).

Direção de Mark L. Lester. Roteiro de Stanley Mann. Com David Keith (Andy McGee), Drew Barrymore (Charlie McGee), Freddie Jones (Dr. Jospeh Wanless), Heather Locklear (Vicky McGee), Martin Sheen (Capitão Hollister), George C. Scott (John Rainbird), Art Carney (Irv Manders), Moses Gun (Dr. Pynchot), Antonio Fargas (motorista de táxi), Drew Snyder (Orville Jamieson), Curtis Credel (Bates), Keith Colbert (prefeito), Dick Warlock (Knowles) [creditado como Richard Warlock) e Jeff Ramsey (Steinowitz). Produzido pelos estúdios Dino De Laurentiis Company e Universal Pictures.

O filme teve uma sequência em 2002, a minissérie de televisão Vingança em chamas (Firestarter 2: Rekindled). O filme foi indicado em 1985 a dois Saturn Award (Prêmio Saturno), da Academia de Filmes de Ficção Científica, Fantasia e Terror dos Estados Unidos: Melhor Filme de Terror e Melhor Ator Jovem (Drew Barrymore).

Brava gente (2000)

Especial de final de ano da Rede Globo em 2000, que trouxe em 4 episódios oito adaptações de livros (ou seus capítulos), peças teatrais ou contos de alguns escritores brasileiros (apenas uma adaptação foi baseada em texto estrangeiro). As sinopses das adaptações pode ser lida mais abaixo.

Brava gente. Brasil. Comédia, Drama, Policial. Especial de final de ano, em 4 episódios. 180 minutos (3:00). Colorido. Baseado em várias obras literárias brasileiras (vide na descrição dos episódios).

Direção de vários (vide na descrição dos episódios). Roteiro de vários (vide na descrição dos episódios). Com vários atores e atrizes (vide na descrição dos episódios). Produzido e exibido pela Rede Globo de Televisão.

O especial deu origem a série de televisão Brava gente (2001-2003).

Adaptações: 1) O santo e a porca; 2) Enquanto a noite não chega; 3) Meia encarnada dura de sangue; 4) Um edifício chamado 2000; 5) Um capricho; 6) O casamento enganoso; 7) Palace II; 8) O condomínio.

Brava gente (1996)

Brava gente, série de televisão, Brasil, colorido, comédia. Baseado na peça teatral "Porca miséria", de Marcos Caruso.

O dia a dia da família Messinari. A família de classe média Messinari é formada por Pascoal, sua esposa Augusta e a filha Tati e vivem no bairro do Bixiga, em São Paulo. Augusta é cabeleireira e manicure, já Tati é uma estudante de Sociologia que detesta viver na pobreza.

Criação de Marcos Caruso e Jandira Martini. Direção de Roberto Talma e roteiro de Marcos Caruso, baseado em peça teatral de Marcos Caruso. Com Marcos Caruso (Pascoal), Jandira Martini (Augusta), Flavia Monteiro (Tati), Mírian Muniz (Esperança), Osmar Prado (Bira), Cristina Pereira (Milena) e Maria Alice Vergueiro (Elisinha). Produzido pela emissora SBT (Sistema Brasileiro de Televisão) e pelo estúdio Fábrica de TV.

A série era exibida pelo SBT nas noites de sexta-feira, no período de 11 de outubro de 1996 a 3 de janeiro de 1997.